Desde 2002 no mercado de construção civil e reformas em geral.

(81) 9.8794-2230   Orçamento

O nosso Blog é um espaço para ajudar com dicas e notícias para todos os que estão passando por obras e reformas.

Blog - dicas & notícias

Facebook Whatsapp Twitter


Segurança do trabalho: tudo o que você precisa saber

20 Julho | 2021



Se você trabalha em ambiente de manutenção, obras e até mesmo escritório, já ouviu falar e seguiu instruções da equipe de segurança do trabalho. Mas você sabe o que é segurança do trabalho? Essa é a área responsável por cuidar da saúde e prevenir acidentes em decorrência do trabalho. Hoje em dia, muitos funcionários não possuem informações necessárias e, com isso, as empresas podem sofrer alguns danos no futuro.

Pensando nisso, saiba tudo sobre a engenharia segurança do trabalho e os equipamentos de EPI segurança do trabalho para trabalhar com mais confiança.

O que é a segurança no trabalho?

Basicamente, a segurança do trabalho é um conjunto de normas que são adotadas com o objetivo de preservar a vida dos trabalhadores e causar a redução do número de acidentes de trabalho.

O principal embasamento que os profissionais dessa área têm em mente são as MRS, que nada mais é que as bases regulamentadoras que foram criadas pelo Ministério do Trabalho nos anos 90. Atualmente, existem cerca de 36 MRS e cada uma delas aborda um tema específico.

Alguns anos atrás, a segurança do trabalho sofria muito preconceito no mercado, mas hoje as empresas reconhecem o tamanho da importância enxergando inclusive como um investimento a médio e longo prazo. Dessa forma, investir em um profissional de segurança do trabalho, equipamentos de proteção individual e procedimentos de segurança dos trabalhadores é bem mais vantajoso do que precisar esquentar a cabeça no futuro com possíveis indenizações, acidentes e multas.

Qual a importância da segurança no trabalho?

Cada vez mais, as empresas vêm adotando e implementando as práticas de segurança do trabalho, o que é uma excelente notícia, tendo em vista que os acidentes de trabalho ainda são muito numerosos.

Para que a segurança do trabalho seja atuante e consiga obter sucesso, existem vários programas que devem ser implementados que vão auxiliar a gestão de segurança. Esses programas proporcionam benefícios não só para o trabalhador, como também para a empresa, pois tem como ganhos: a melhora no desempenho profissional do empregado, redução dos transtornos administrativos, notificações de multas e impostos pelos órgãos fiscalizadores.

Além disso, vale ressaltar que a segurança do trabalho possibilita a realização de um trabalho mais organizado e como consequência o aumento da produção, visto que em um ambiente mais agradável e seguro os funcionários produzirão mais e com melhor qualidade.

Quem tem a responsabilidade de implementar a segurança do trabalho nas empresas?

Como dito anteriormente, o foco principal dessa prática é garantir a segurança. Com isso, ao prevenir acidentes e doenças de trabalho, as empresas devem contar com uma equipe de profissionais de segurança do trabalho.

Essa equipe multidisciplinar é composta por: Engenheiros de Segurança, Engenheiros de Segurança do Trabalho, Médicos do Trabalho e Enfermeiros do Trabalho, formando o SESMT (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho). Assim, os empregados devem formar a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), que tem como objetivo prevenir acidentes e doenças decorrentes do trabalho, preservando a saúde e a vida do trabalhador.

Quais são as principais atividades da segurança do trabalho?

Você já se perguntou quem é o responsável por cuidar da segurança em seu ambiente de trabalho? Afinal, qualquer funcionário em atividade dentro de uma empresa precisa ter a sua segurança garantida. Seja por meio de treinamentos, equipamentos e até mesmo legislação.

O objetivo principal de um profissional da segurança do trabalho é garantir a segurança com medidas preventivas que vão preservar a vida do trabalhador. Isso tudo por meio de cursos, palestras e treinamentos para que o trabalhador saiba o que fazer para se prevenir até mesmo em situações de risco.

As medidas são elaboradas por técnicos de segurança do trabalho através de algumas observações, entre elas:

  • Rachaduras nas paredes;
  • Má iluminação no local de trabalho;
  • Avaliação das instalações elétricas;
  • Estado de uso das máquinas e equipamentos;
  • Utilização de EPIs.

As atividades de segurança do trabalho giram em torno do seu objetivo, proteger e preservar a vida e a saúde dos trabalhadores. Pensando nisso, podemos destacar:

  • Elaboração e consulta de documentos;
  • Analisar os riscos;
  • Pesquisar sobre as normas regulamentadoras;
  • Criação de planos de prevenção;
  • Promoção de cursos e treinamentos.

Afinal, é importante ter em mente que pouco seria o valor da segurança do trabalho se ela ficasse apenas documentada, ou seja, apenas na teoria. Ao promover e disseminar o papel teórico, a segurança do trabalho se concretiza.

Técnico de segurança de trabalho X Engenheiro de segurança: qual a diferença?

De início, é importante falar dos níveis dessa profissão. O técnico é aquele profissional que faz um curso na mesma área, sem a necessidade de uma graduação. Já o engenheiro de segurança do trabalho, por sua vez, necessita de um curso superior, permitindo seguir uma carreira acadêmica (mestrado e doutorado).

O engenheiro atua no âmbito burocrático, elabora planos de prevenção, permite laudos, fiscaliza e administra a segurança do ambiente e orienta a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

Já o técnico é responsável por colocar em prática o que foi planejado pelo engenheiro, ou seja, ele atua na linha de frente com a equipe de trabalho, analisando as melhores maneiras de comunicação com os trabalhadores. Também, ele fiscaliza se as medidas estão sendo seguidas corretamente e passa as informações de políticas de segurança.

A atuação desses profissionais tem como resultado a correta aplicação de segurança e, como consequência, a diminuição de acidentes de trabalho.

EPI Segurança do Trabalho

O equipamento e a segurança andam juntos, lado a lado. O equipamento de segurança do trabalho é todo dispositivo ou produto utilizado individualmente pelo trabalhador, destinado para a proteção de riscos e a saúde no trabalho.

Assim, o EPI não pode ser utilizado em qualquer situação, ele só pode ser implantado em ocasiões no qual pode haver algum risco não eliminável, por exemplo, em ambientes de obras onde podem cair objetos. Nesse caso, o indivíduo precisa ter agilidade e fazer o uso de um equipamento para ter a proteção necessária, servindo como uma barreira.


Desenvolvimento de Projetos em reforma | Foto:  Reforme Fácil

Reforme Fácil

Pensando no assunto de segurança do trabalho, as obras também precisam estar corretamente supervisionadas, afinal, os riscos podem ser grandes. A Reforme Fácil é uma construtora especializada no mercado de construção e reforma, fundada em 2002, e atuante em reforma em Recife e reforma em João Pessoa. Há quase duas décadas, vem acumulando experiência e agilidade na construção e reforma de imóveis residenciais e comerciais. Com isso, tornou-se uma empresa altamente qualificada que oferece soluções adequadas, mão de obra qualificada e uma gestão responsável e eficiente.

 

Referências:

https://realizartepalestras.com.br/
https://blog-pt.checklistfacil.com/
http://www.drh.uem.br/
https://certificacaoiso.com.br/
https://certificacaoiso.com.br/

 

 

« Voltar
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais.